segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Como tirar Carteira Nacional de Habilitação – CNH

 Um dos sonhos de muitas pessoas é tirar a Carteira Nacional de Habilitação – CNH para assim poder sair quando quiser sem se preocupar em esperar ou chamar alguém para dirigir.

No Brasil para poder tirar a Carteira Nacional de Habilitação – CNH é preciso ter uma idade mínima de 18 anos para só então poder começar o curso prático e teórico de direção que em média costuma durar até quatro meses.

Para tirar sua carteira nacional de habilitação, procure a melhor auto escola da sua região e não se espante com o preço, pois, algumas cobram preços baratos mas ensinam menos que o aconselhado.

Para poder estar apto a tirar a Carteira Nacional de Habilitação – CNH o aluno precisa aprender com muita atenção todas as aulas teóricas que vão desde perguntas do trânsito até significados de placas e acima de tudo se sair bem nas aulas práticas realizadas durante o dia e agora também de noite.

Na aula prática, mesmo o aluno não tendo a mínima noção de como dirigir, aprenderá tudo do básico e do complexo que vai se aperfeiçoando com o tempo e com a prática da direção, como fazer ultrapassagens ou estacionar em lugares pequenos.

A Carteira Nacional de Habilitação possui cincos categorias sendo elas A – Carro, B – Moto, C – Caminhão de médio porte, D – Ônibus e E – Caminhão de grande porte.

É possível tirar a carteira para até duas categorias ao mesmo tempo sendo a mais procurada a Carteira Nacional de Habilitação AB, onde o habilitado poderá dirigir carros e motos.


segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Como relaxar no Trabalho - Dicas para melhorar seu dia a dia

Existem de fato dias em que nós mal nos aguentamos. E sim, você leu certo, o estresse, revolta, raiva é tão grande que nem mesmo você consegue se aguentar.

E o mais complicado é quando estamos em nosso trabalho e coisas deste tipo acontecem.

Se fizer algo de errado, dependendo da gravidade, certamente vai perder o emprego, então o estresse não pode ter lugar em seu dia a dia como trabalhador.

Pensando justamente nestes tipos de problemas é que vamos abordar um assunto bem bacana neste artigo: Como relaxar durante o trabalho? 

Ouça músicas!


Nos dias de hoje quase todos os tipos de emprego possuem computadores, por isso vai ser muito fácil ouvir algumas músicas para relaxar. Cada pessoa tem uma personalidade diferente, gosta de estilos musicais diferentes, e por isso você deve procurar escutar um tipo de música que lhe faça acalmar.

Se prefere um samba, ouça. Se prefere um gospel, ouça. O importante é mesmo mante a calma, lembre-se que está em horário de serviço e jamais deve fazer besteira.

Peça um dia de folga 


Um dos principais problemas que fazem com que uma pessoa fique estressada durante o trabalho é, sem dúvidas, o fato de estar trabalhando acima do que o corpo e mente aguentam. Ninguém sobrevive trabalhando muito mais do que pode, é um tiro no pé.

O ideal é que você preste muita atenção na sua rotina nos últimos dias: Está trabalhando mais de 10 horas por dia? Está dormindo menos de 8 horas por noite? Você definitivamente não está contente com o trabalho? Se a resposta para alguma das perguntas for sim, você deverá resolver o quanto antes.

Conclusão


Estar estressado durante o trabalho é comum, mesmo quando se ama aquilo que faz, mas deve-se sempre dar um jeito nisso, afinal, você tem um patrão. 

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

5 Estratégias de Link Building para o Seu Blog

Dicas para ganhar dinheiro online, aplicando estratégias de marketing digital comprovadas. Agora você pode ganhar dinheiro na internet com seu computador e descobrir como funciona o mundo dos negócios online.

Link Building é o nome dado ao conjunto de estratégias que visa conseguir links com referências para um site ou blog. Existem várias táticas diferentes de Link Building, e vou listar abaixo as mais usadas.

Links Em Conteúdo


Existem várias formas de gerar links com conteúdo. Você pode escrever em sites de artigos ou escrever guest posts em blogs parceiros e linkar para o seu blog. Outra estratégia que pode ser usada é criar links em seus próprios artigos para outros blogs, que costumam corresponder e retribuir o favor.

É importante lembrar que o processo de Link Building em artigos deve ser relevante. Não convém escrever um artigo sobre futebol e linkar para um blog de negócios online. O Google pode até penalizar ligações como essa. Seja o mais relevante que puder.

Comentários em outros blogs


Comentar em blogs com conteúdo similar ao seu é uma boa estratégia de Link Building, principalmente nos blogs que geram links follow. É importante lembrar, que a melhor forma de usar essa estratégia é agregar valor aos artigos. Evite comentários do tipo: “Belo post”. Comente quando tiver algo a acrescentar.

Agregadores de conteúdo


No início do meu trabalho na internet, eu via os agregadores de conteúdo como uma boa estratégia de geração de tráfego para os meus blogs. Agora com um pouco mais de experiência, percebi que a qualidade dos visitantes não é das melhores, porém postar em agregadores é uma boa estratégia de Link Building. É um processo muito rápido que nos permite obter vários links em minutos de trabalho. 

Recomendo que você faça testes antes de definir os agregadores que vai usar. Eu fiquei um bom tempo postando em sites que não publicavam meus links. Hoje sou mais seletivo e posto apenas nos que postam meus artigos regularmente.

Redes sociais


O Twitter e o Facebook são ótimas ferramentas de Link Building. Os botões Like e Retweet, além de propagar o conteúdo, podem dar mais autoridade aos artigos. Insira os botões em seu blog e não deixe de enviar o seu conteúdo para os seus próprios perfis nas redes.

Crie conteúdo de qualidade regularmente


Talvez essa seja a melhor estratégia de Link Building. A publicação de conteúdo de qualidade regularmente faz com que os próprios leitores satisfeitos divulguem o seu trabalho. Você chegará em um patamar tão grande, que tudo que você escrever se tornará viral. Nada melhor do que contar com a ajuda de milhares de leitores na propagação de seu conteúdo.








domingo, 24 de novembro de 2019

Pagar Boleto Bancário pela Internet

Dicas de como pagar um boleto bancário com segurança pela internet


Com a crescente facilidade e avanço da internet, hoje em dia é possível fazer várias operações que necessitariam horas de espera em agências bancárias, lotéricas e outros. Uma das maiores facilidades de hoje é o pagamento de boleto bancário online, já que desse modo você evita filas e o estresse de esperar horas para ser atendido.

Para começar a pagar boleto bancário pela internet basta apenas você possuir um acesso à Internet Banking do seu banco, ou seja, possuir os serviços online que quase todos os bancos do país oferecem, onde você pode fazer movimentações e verificar saldo e extrato.

Para ter acesso ao Internet Banking você deve pedir uma senha em sua agência bancária e depois pedir para desbloquear serviços de transações online, como transferências por exemplo.

Após isso, você terá um acesso completo ao seu Internet Banking e poderá realizar o pagamento de boletos bancários online através de links e opções que geralmente aparecem logo na primeira página do serviço informando que você poderá pagar boleto bancário através da sua internet banking.

O pagamento de boletos bancários através da internet necessita apenas daquele código de vários números no início do boleto. Digitando aquele número, basta confirmar os dados.

Viu como é fácil? Agora você poderá economizar horas de espera fazendo tudo no conforto da sua casa.

TAGS: Boleto bancário, como pagar boleto pela internet, como pagar boleto pela internet, como pagar boleto bancário com segurança, como usar o internet banking para pagar pagar boleto.


Como Investir em Imóveis – Dicas, Vantagens e Cuidados


Investimento em imóveis


O mercado da construção civil tem apresentado resultados positivos nos últimos anos, e a previsão para 2012 não é diferente, o Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo – SindusCon-SP estima que o setor cresça 5,2%. Os números de 2011 atingem 4,8 em 2011e 15,2% em 2010.

O desenvolvimento do setor tem atingido o segmento imobiliário e isso atraí atenção dos investidores. Mas, é preciso precaução na hora de investir em imóveis.

Para resultados a curto prazo, a indicação dos especialistas é comprar imóveis adjudicados, isto é, aqueles que vão a leilão e foram tomados pelo banco, por falta de pagamento do financiamento. Neste caso, na maioria das vezes, são arrematados por valores muito a baixo do mercado o que garante lucro em tempo mais rápido, mesmo que precisem de reforma.

Consórcio de imóveis - Ótima opção para aquisição de bens, funcionam com um grupo de pessoas, no intuito de adquirirem um imóvel, sem as elevadas taxas de juros. A contribuição mensal deste grupo gera crédito que serão usados na hora da transação, através de uma carta de crédito.

Os participantes podem receber o crédito por sorteios e aplicar no imóvel desejado. Ou, receber o valor final, no término do grupo. Para se ter ideia dos planos, a corretora Rodobens disponibiliza planos de até 150 meses, já o prazo da Porto Seguro chega a 180 meses.

Outras formas de adquirir um imóvel - Economizar é uma possibilidade que demanda mais tempo e paciência do investidor e que pode se perder ao longo dos anos, mais é uma saída encontrada por muitos.

Através de financiamento de grandes instituições financeiras, com taxa de juros elevada, por isso, a pesquisa de bancos é necessária. Após escolher a instituição, visite uma agência para obter o crédito pré-aprovado, a segunda etapa é escolher o imóvel. Por fim, o financiamento pode ser liberado – etapa que demora cerca de 15 dias.

Ao optar pelo financiamento o investidor deve ter em mente que a prestação não pode ultrapassar 30% de sua renda mensal.

Aluguel x Venda - Comprar imóveis é uma forma segura de manter o patrimônio, mas não deve ultrapassar 40% das economias, já que a rentabilidade pode ser baixa, principalmente em casos de bens alugados. Desta forma, demora-se mais para ganhar dinheiro.

Tendo em base o valor do imóvel, o aluguel gira em torno de 0,5% e 0,6% do total, em alguns casos, dependendo da localização e conservação o número chega a 1%. No segundo caso, é necessário um grande conhecimento sobre o assunto, para identificar boas e lucrativas oportunidades e ganhar com a valorização do investimento.

A venda da propriedade envolve custos com transações imobiliárias e este valor deve estar associado ao valor final do imóvel para que não se tenha prejuízo.

A desvalorização da região, catástrofes ambientais, mudança de uma grande empresa do bairro para outro local, construção de terminais de ônibus e linhas expressas. Ocupações ilegais também preocupam a vida dos investidores.

Liquidez - Imóveis que são vendidos facilmente, são alugados facilmente. Casarões, casas de praia, fazendas e sítios são vendidos com mais dificuldade que casas menores, de 2 quartos, por exemplo.

Quanto maior a liquidez do patrimônio, mais fácil o proprietário poderá convertê-lo em dinheiro.

Custos - A atenção com custos é importante. O proprietário vai desembolsar valores para pagar impostos estaduais, custos com cartório e as taxas de corretagem, sem esquecer o valor das transações imobiliárias. Por isso, essas despesas devem estar inclusas na hora de vender o imóvel.

Diversificando a carteira - Ao invés de investir em imóveis residenciais, é possível aplicar em imóveis comerciais que variam entre lojas em bairros do subúrbio e salas pequenas em prédios, em grandes centros urbanos.

Terrenos também são boas opções para investimento, mas é preciso paciência para esperar a valorização da propriedade. Existe a possibilidade da construção de uma residência, de um estacionamento ou da venda dele sem uma construção.

O investidor deve estudar as possibilidades que mais se encaixam em seu perfil, assim, fará uma transação rápida e segura e por fim, conquistará sucesso com seus futuros rendimentos, através dos imóveis.

Esse artigo foi escrito utilizando TCCs, artigos científicos e diversos livros sobre o assunto.

TAGS: Investimento em imóveis, melhores investimentos, Consórcio de imóveis, Outras formas de adquirir um imóvel, Aluguel x Venda de imóveis, vantagens de investir em imóveis.



Como Criar Uma Proposta de Venda Única


Como vender de forma estratégica


Uma proposta de venda única, também conhecida como PVU, é a razão principal que faz com que um cliente compre um produto. É a motivação para comprar. Sua proposta de venda única deve possuir 3 requisitos principais: Cada anúncio precisa de uma proposta: “Compre este produto e irá ter esses benefícios.

A proposta deve ser única: algo que seus competidores não têm, não podem ter ou não irão oferecer. A proposta deve vender: precisa ser algo que seus prospectos desejam, que os atraiam para o seu produto.

O seu PVU deve ser bom ao ponto dos seus prospectos lembrarem de você e do seu produto. Você deve usar uma alegação forte, que fique gravada na mente dos contatos. Dessa forma, eles se lembrarão mais de você do que da concorrência, e comprarão os seus produtos.

Aqui estão alguns pontos que podem ajudá-lo em seu PVU: O seu produto ou serviço:

Tem um benefício único?

Tem um desconto, pagamento ou preço único? 

Tem uma garantia única?

Existe em um mercado único?

Tem uma celebridade ou especialista único como testemunho?

É importante lembrar que não é necessário reunir todas essas características, mas se tiver, FANTÁSTICO! Você pode ter sucesso somente com um dos pontos acima, o importante é ter algo único, que você, e só você, pode oferecer.   

TAGS: Proposta de venda única, PVU, vender de forma estratégica, estratégia de venda.