domingo, 1 de julho de 2018

Atualização Patrimônial Junho 2018


Olá amigo de Atitude Milionária, Tudo bom?


Mais um mês se passou, o primeiro após o terrível MAIO SANGRENTO, onde os participantes do Rank perderam, juntos, mais de 200 Mil em valor.



Protesto dos Caminhoneiros, seguido de Copa do Mundo FIFA... Confesso que estou com medo dos números este Mês.

Os poucos cheques pré-datados que passei este mês(os quais uso para comprar matéria prima) seguido de uma sensação de poucos recebíveis, Estão me dando a sensação que o mês vai ser aquém do que esperava.

E em alguns aspectos foi mesmo.


Empréstimos: 17.678.00

Sem mudanças nessa parte. Atraso de apenas 1 cliente (R$105,00/mês). O outros estão
 todos em dia. Não fiz novas transações nessa modalidade.


Cheques: 6.176.00 (Vencimento Julho/Agosto)


Vales: 593.00


Se analisar em conjunto e comparar com o Mês passado, houve apenas uma
 troca de papéis com crescimento mínimo.


Em espécie: 402.00


Total: 24.849.00 (+0.08%)



Grato a DEUS por ainda ter um crescimento positivo, mesmo que mínimo. Um mês que me deixou muito preocupado. Não apenas por ser Copa do Mundo, e vários ramos estarem reclamando...Mas porque na atividade principal, Perdi 2 clientes, 1 vai parar de trabalhar com meu Mix de produtos. Não vai comprar de algum concorrente, vai PARAR DE VENDER mesmo.
O Outro está tentando vender a loja, então está diminuindo o Estoque. Afinal, se preocupa mais em vender o ponto do que necessariamente os produtos. Independente de como está o estoque, o valor da loja é mesmo.
Outros clientes estão reclamando (como todo mundo) das baixas vendas durante a copa.
Aquela cliente que aumentei o Mix na loja dela, que irá me pagar por semana,  Vendeu menos da metade de um sábado comum. Tenho medo de ser um mês que posso ficar bastante ocioso.
Como dinheiro, ou a falta dele, afeta todas as áreas da vida, alguns dos aspéctos sociais ficaram afetados.


FAMILIA: Corre tudo bem. Todos com a Saúde em dia. Todos praticam atividade física (leve/Moderada) ²


TRABALHO: Mais fraco, como supra citado. Receoso quanto ao futuro no curto prazo.

RELACIONAMENTO: Até as meninas ví menos este mês, afinal, com menos dinheiro, Não quis ir para Barzinhos.

LAZER: Apesar de o tempo livre ter sido maior este mês, com menos
 dinheiro, como dito no tópico anterior, não quis gastar atoa. Aproveitei e fiquei assistindo jogos no tempo livre.

A Novidade Positiva fica por conta de um novo empreendimento
 em que estou trabalhando junto com um sócio, está em fase embrionária, mas com grandes chances de dar certo. Torçam por mim.


E você? Como foi o seu mês? Conte-me nos comentários.


Abraços, bons Lucros e até a próxima!


4 comentários:

  1. força no objetivo vamos aumentar os aportes !!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Poderoso, Bem vindo!

    Obrigado pelo comentário!

    Então, com meu trabalho principal a perigo, não consegui aportar e, o pior de tudo, tinha 2 cheques da atividade principal para cobrir agora dia 02 e outro dia 05 (ambos pagos) que comeram os juros do dinheiro já acumulado.

    Mas isso não muda nada. Continuarei focado. Claro, depois de um maio com crescimento superior a 12% fechar junho com parcos 0.08% balança, ainda mais seguido de outros fatores como citei...

    Porém Disciplina é a mãe de todas as oportunidades. Busco novos caminhos.

    ResponderExcluir
  3. bom demais , arruma uns clientes que te paga só o juros por mês você vai deixando o rendimento crescer no piloto automatico e expande sua carteira de clientes os grandes agiotas trabalham dessa forma não se preucupe em pegar o montante principal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o Foco Poderoso. Até tenho um pessoal que paga por mês e paga certo, com atraso no máximo e poucos dias. Mas o modo que trabalha(va) é muito errado. Dinheiro tem de ter lastro. Eu emprestava e não pegava nada de garantia, a não ser a palavra da pessoa. Tirava um peso das costas dela e colocava na minha. De alguns dias atrás em diante, empréstimos apenas no Cartão ou objetos de ouro/prata,logicamente pegarei isso apenas de pessoas com boa índole comprovada.

      Eletrônicos dispenso, uma vez emprestei 4K e peguei de garantia um note com 2 meses de uso e valor de R$2300 na nota e um fatiador de frios com nem um mês de uso. Valor na loja novo de 4K. Na teoria, só ele já cobriria a dívida.

      Na prática: O Note virou Brinquedo do meu menino (o vendedor de uma grande rede que te chama para ser feliz passou a perna lindo na compradora, era horrível e já ultrapassado) e o fatiador custei vender por R$500.

      Já a pulseira/corrente que venha por ventura pegar, vou levar antes em 2 locais que compram outro, avaliar, e emprestar 70% do valor de venda que conseguir.

      Oquê acha dessa estratégia?

      Excluir