quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Atualização Patrimonial Novembro/18


Olá amigos de atitude milionária, tudo bom?

Como Moro em cidade do Interior, não é fácil achar bons profissionais para resolver seus problemas, E quando encontra, São incrivelmente lentos.


Meus problemas com minhas máquinas ainda não foram totalmente resolvidos, uma tive que comprar nova, modelo mais novo do que a que já tinha, e a outra estou esperando o Laudo técnico (conserto ou lixo) para colocar ela na ativa. Depois de ativada, deixar parado pode as fazer estragarem.

Como comentei no último Post, minha alavancagem cobrou seu preço. A boa notícia é que consegui pagar todas as contas no prazo.
Infelizmente não foi tão fácil. :(

Trabalhei do modo que deu, porém mais focado e econômico que antes.
Bom, vamos aos números:
Obs: os números são referentes ao dia 12/12/18.

Empréstimos: 20.678.00
Como sabem, não pretendo aumentar aqui. A Maioria destes empréstimos está concentrada em pessoas que trabalham na mesma fábrica, a qual está em período de transição.  Os pagamentos estão vindo, mas com atrasos.

Cheques: 5.208.00
Um dos investimentos que sofreu com a alavancagem.

Vales: 0.00
Tem aproximadamente 2K que foram para ele, porém não organizaram o(s) vale(s) ainda. Estes eu pego de uma Empresa de SILK, infelizmente a concorrência aumentou, os preços caíram. Os vales são de clientes dele, não do empresário em si. São grandes fábricas na maioria dos casos. Bom nível de segurança.

Poupança: 5.00
Aguardando o depósito de um cliente, previsão para ser feito hoje mesmo (quarta-feira, 12 de dezembro de 2018). Não efetivado até o fechamento dessa atualização.
Meu porco deveria ser Modelo.
Em Espécie: 1.460.00

Empréstimos com Garantias: 9.683.00
Adicionei aqui um empréstimo que recebo com o cartão de benefícios. E Juros somados.

Total: 37.034 (+6.6%)

Grato a Deus por este resultado. A alavancagem agora se resume a compras no cartão de crédito, a maioria de coisas para o trabalho. Valores baixos ao Mês. Apesar de compensar mais emprestar os novos aportes, vez ou outra usarei o caixa para adiantar algumas parcelas. Sabem como é...Gato Escaldado...

Um ótimo restante de Dezembro para vocês, Ótimas festas e próspero 2019!

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

O Peso da Alavancagem


Olá amigos de atitude milionária, tudo bom?

Nestes dias corridos, confesso que não ando escrevendo muito, e lendo os blogs amigos menos ainda.

Mês passado foi uma correria boa, por conta de mais pedidos. Porém, este mês, infelizmente, a realidade é outra.

Lembram que comentei que estava sem uma máquina? Pois bem...Ela continua estragada. Não conseguem achar o defeito dela. E para piorar, outra também parou. Estou com menos pedidos, afinal tem clientes que não querem um produto mal finalizado, logo, menos pedidos, menos fluxo, menos caixa.

Mas como tragédia pouca é bobagem e a vida gosta de subir o nível de dificuldade em alguns momentos (ou eu que fui negligente mesmo), estou receoso com as contas do Mês.

Explico: Compro meus insumos com prazo de 30 dias, então já houve vezes de emprestar para alguém,  comprar, receber o principal mais juros e pagar o cheque. E funcionou legal.

Só que neste Mês, não sei se devido aos ânimos do fim das eleições e início de um novo governo, dois empréstimos que deveria receber uma parcela de 50% do valor emprestado mais juros, me ligaram e pediram para eu cobrar apenas os juros, e jogar o principal para a próxima parcela.
Seria ótimo, se não estivesse sem equipamentos, com poucos pedidos, e tendo cheques para cobrir.
 
Errou agora aguenta!


Mesmo essa minha mínima alavancagem, cobrou seu preço.
Sendo assim, a dica de hoje é: NUNCA SE ENDIVIDE. Sempre compre o que pode pagar com tranqüilidade.
Mas  alavancagem é uma dívida?

Sim. É algo que VOCÊ, e apenas VOCÊ terá de pagar. Independente de qualquer coisa.
Aproveitem de mais essa canelada amadora, absorvam o conhecimento, e aprendam com meus erros, será mais barato e menos estressante para vocês.

Abraços amigos, bom feriado e nos vemos no fechamento de novembro.

domingo, 4 de novembro de 2018

Atualização Patrimonial Outubro 2018


Olá amigos de Atitude Milionária, Tudo bom?

Infelizmente não trago boas notícias, meu mês foi bem complicado.

Duas máquinas do trabalho principal deram defeito, uma está na manutenção a 15 dias, e a outra o técnico disse que é uma questão de tempo até estragar.

Estive pesquisando na internet e com pessoas mais experientes no ramo, e TALVEZ tenha encontrado uma solução. Se não salvar a máquina, pelo menos pode a fazer  durar mais tempo. Já a que está a 15 dias na manutenção, devo confessar que estou ficando com medo de não ter conserto.

Minha cara preocupado com as maquinas.


Com isso alguns trabalhos atrasaram, e conseqüentemente menos dinheiro entrou.
Vamos aos números:

Empréstimos: 20.678.00

Mês passado eu havia contabilizado 3K nos “Empréstimos com Garantias” para uma pessoa que já andou 
certo comigo, porém sem garantias. Então pensei um pouco, e decidi jogar o valor dele para esta categoria. Achei mais lógico.

Cheques: 5.705.00
Hoje mesmo fiz das tripas coração, para poder trocar mais um de 1K com Juros de 10%.
Fiquei com apenas Dois reais na carteira, mas fiz o negócio.

Vales: 389.00
Apenas recebi, sem entradas novas neste sentido.

Poupança: 15.00

Uma quirela que sobrou lá. Só joguei aqui para contabilidade.
Em Espécie: Nadinha,  fiquei liso. (risos)

Empréstimos com garantias:  7.954.00

O Pequeno aumento foi de um juro não pago na primeira parcela, sendo contabilizado junto com a segunda.

Total: 34.741 (+6.10%)

Crescimento acima da meta (5%am), mesmo com um mês sofrido igual esse. O Stress fez eu gastar mais com vontades momentâneas na rua,  o que pretendo corrigir este mês.


Nos itens de grifo azul, sem grandes novidades. Apenas gastei mais com gula, não com festinhas. Fora isso, tudo tranqüilo.

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Atualização Patrimonial Setembro


Olá Amigos de Atitude Milionária, Tudo bom?

Fechamos mais um Mês, e foi bem corrido no trabalho, Graças a Deus. (Sim, Sou católico. Porém não tenho nada contra sua religião, profissão, opção Sexual, ideologia religiosa ou qualquer outra coisa da qual eu praticar uma religião possa lhe causar algum desconforto.)

A poltrona que comprei mês passado ajuda bastante, e cumpriu seu papel de me fazer conseguir trabalhar mais tempo sem me fadigar.
Tive pouco tempo para jogar, Mas nestes momentos, consegui zerar o GOD OF WAR 3, jogo que no total gastei umas 7-8 horas.

Vamos aos números:

Empréstimos: 17.678.00
Como já havia explicado aqui, não pretendo aumentar estes empréstimos sem lastro. Estou com alguns atrasos,  coincidentemente na mesma família. Somando-se mês passado e este, deve ser algo em torno de 600.00 já.

Cheques:  2.260.00 (Vencimento Outubro)
Diminuiu-se bastante, o rapaz que pego cheques normalmente é o mesmo, ele troca os cheques dos clientes pré datados comigo para fazer fluxo de caixa. O movimento está menor, logo, menos comprar e menos trocas de cheques.

Vales: 3.491.36 (Outubro/Novembro)
Mesmo esquema dos cheques: Troco para capital de Giro.

Poupança: 57.00
Usei o dinheiro que estava parado em outros empréstimos, do qual falarei mais abaixo. Este valor é o troco que ficou na conta.
Espécie:  847.00
Reserva de Oportunidades.

Empréstimos com Garantias: 7.700.00
Esta nova Categoria engloba os empréstimos que fiz recentemente: Um pessoal me procurou por indicação de uma conhecida, precisando de 2K. Como não conhecia ela, e, mesmo se conhecesse, procuro não emprestar mais na palavra, pedi uma garantia. Ela deu o recibo de um Carro Honda, coincidentemente meu sonho de consumo (Risos). Depois houveram mais 2 empréstimos com outros 2 veículos como garantia.
Nesse valor, 3K não estão protegidos com garantias, porém foram feitos para uma pessoa a quem já emprestei no passado, e pagou certinho. Uma exceção a nova regra.

Total: 32.033.36 (+14.14%)

Um ótimo crescimento, acima das expectativas, porém tenho de manter os pés no chão e não fantasiar com um crescimento tão expressivo todos os meses. 5% ao Mês, como meta, acredito que está de bom tamanho. Afinal, temos surpresas (nem sempre boas) durante o processo.

FAMÍLIA: Tudo Tranquilo, estou fazendo jejum diário de 16-18 horas para tentar emagrecer um pouco, e voltar a usar algumas camisas que estão guardadas. Economia na boca e na carteira (Risos)

TRABALHO: Foi bom. Uma novidade ajudou a alavancar as vendas.

RELACIONAMENTO: Foquei nas 2 de sempre. Aportes e Balada para aumentar as opções não combinam.

LAZER: Alguns filmes, churrasquinho de marmita(aqueles em que todo mundo leva alguma coisa) com os amigos 2 vezes este Mês, Barzinho  uma vez e aqueles momentos de videogame que citei acima.

Confesso que fiquei animado com o Crescimento, o que ajuda bastante a manter o foco.

Ótimo Outubro Pessoal!

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Responsabilidade e Culpa


Olá Amigos de Atitude Milionária, Tudo bom?

Manter um Blog não é algo fácil. É difícil ter oque escrever toda semana, Mas não apenas regurgitar um monte de palavras que somadas não agregam em nada, mas sim escrever algo que some a vida da pessoa, e para melhor.

Ficava impressionado com o falecido amigo VDC, que escreveia incríveis duas vezes por semana. Sempre um bom conteúdo. Era realmente um Gênio.

Hoje somos bombardeados todo o tempo por ofertas, que nos levam a fazer escolhas de consumo a todo instante. Desde o  cheiro de pastel frito na feira a aquela blusinha de marca TOP que está com 30% de desconto. Fazemos escolhas o tempo todo.
E toda escolha, cria conseguências. Seu Eu de hoje é resultado de suas escolhas de ontem. Não tem como fugir. Seu corpo, seu peso, suas finanças, seus relacionamentos, são todos, e volto a frisar, TODOS  são sua responsabilidade.


 
Faz anos que não como, mas confesso, é difícil resistir ao cheiro.
Vivemos em um momento chato da história. Por terem acesso a rede sociais, onde com apenas poucos passos estamos na página de algum famoso ou pessoa importante, pensamos que nossa opinião é importante e deve ser ouvida.
 Várias pessoas se sentem injustiçadas pelos mais variados motivos. E encontram outras pessoas que passam pelo mesmo caso, e já se incia uma onda de revolta e textos enormes em redes sociais sobre este ou aquele preconceito. Qualquer coisa que se fale, já te dão um sufixo ISTA e outros com o objetivo de te colocar em uma caixinha. Machista, Racista, reacionista, homofóbico,  Esquerdista, Direitista, Isentão e por aí vai.

Todos tem problemas, e os problemas deles são sempre culpa dos outros. Um brinde a Freud por isso.

Um Brinde a nossa falta de responsabilidade pelas próprias escolhas!

Com isso, nos tornamos uma sociedade fraca, que se acredita merecedora de tudo, sem precisar derramar uma única gota de suor, e caso não consiga(oque é bem óbvio) é culpa de outra pessoa. Nunca nossa.

Com isso nos tornamos uma nação de bêbados,  mal remunerados, frustados,  casais que não suportam uma tempestade, mães solteiras/divorciadas que voltam a morar com os pais,  Homens divorciados que moram com os pais, porém não ajudam com nenhuma despesa da casa, e ainda atrasa a pensão dos filhos, a qual os pais, por medo do filho marmanjo incompetente ir para a prisão, pagam.

Este seria o momento de meter o pau nos pais. Porém não farei isso. É errado e ineficiente. Jogar a culpa dos problemas em outras pessoas não resolve – nem NUNCA resolverá – os problemas.

NÓS SOMOS RESPONSÁVEIS POR TUDO EM NOSSAS VIDAS! TUDO! Até pelas coisas que você não tem poder  algum. Um bêbado te atropela na rua. Não é sua culpa, mas é sua responsabilidade lidar com isso: Se recuperar, a dor da fisioterapia, a dedicação. Tudo sua responsabilidade.
Perder o Emprego. Talvez seja culpa do mercado. Mas é sua responsabilidade o modo que lidará com isso. Não importa de quem é a culpa, as contas, sua alimentação, dos seus filhos, seus compromissos, continuam sendo responsabilidade sua.

 Não espere governo. Não acredite em candidatos que dizem que “vão limpar o nome do povo”. Suas contas foi você quem fez. São sua responsabilidade. Os juros são altos? Não consegue mais pagar a parcela? Você leu o contrato. Você fez os cálculos de quanto  sobraria depois de pagar a parcela (ou pelo menos deveria). Você usufruiu do bem.
Você pode acabar de ler este texto e apenas dizer “Quem ele é para pensar que pode me dar lição de moral? Tudo minha responsabilidade? Ele não conhece minha história.”
E tem razão. Não conheço. E mesmo se conhecer, não irei mudar as coisas para você. Nem se pudesse. Já tenho minhas responsabilidades. Não quero saber de quem é a culpa por seu fracasso. Por que os sucessos, estes são todos graças a sua grande capacidade como pessoa. Já seus fracassos  não,  culpa dos outros. Claro. Estes incompetentes que cruzam seu caminho.

Pensar assim pode ser confortável, mas não vai te tirar do lugar.

Assuma a responsabilidade por sua vida, e quem sabe, seu EU do futuro, tenha orgulho do seu EU de hoje.

Pode não  ser sua culpa, mas é sua responsabilidade.

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Atualização Patrimonial Agosto 2018




Olá amigos de atitude Milionária, Tudo bom?

Acabamos Agosto, o famoso “Mês do Desgosto”. Mas não tenho muito do que reclamar.
Trabalhei bastante em minha atividade principal, porém os empréstimos foram fracos. Terminei o mês com uma boa quantia parada, esperando uma atividade lucrativa para ele.

Tentei usar a mesma estratégia do mês passado, de depois de pagar o último dia de contas, tudo que entrar ir para aportes. Infelizmente  tive surpresas que me fizeram gastar uma parte.

Me presenteei também: Uma poltrona nova para o trabalho, afinal passo muito tempo na frente do pc, então preciso de algo confortável, que me ajude a trabalhar ainda mais.
E para os domingos sem trabalho, comprei um PLAYSTATION 4.  Ano passado eu tinha um, porém o levaram quando furtaram minha residência. Como comprei a perder de vista no cartão, com o preço “sem juros”, vou tentar aportar mais, para com os juros pagar as parcelas.

Aliás, sim, se eu conseguir emprestar o valor dele a vista á 7% a.m; só com os juros pagarei as parcelas.

Bom, vamos aos números:

Empréstimos:   17.678.00
Sem mudanças, apenas recebi os juros do mês . Tem  dois empréstimos totalizando  R$205.00 em atraso. Dinheiro sem lastro tem disso.

Cheques:  3.293.00 (vencimento Setembro)
Como houve poucas oportunidades para usar o dinheiro, os cheques descontados não foram substituidos por outros.

Vales:  1.693.00 (setembro/outubro)
Mesmo problema supra citado.

Poupança: 3.961.00
Dinheiro aguardando Uso.

Espécie: 39.00
É pouco, mas quem não faz questão de um tostão...

Hoje fiz um empréstimo de 1K que será pago com parcela de seguro desemprego, e não sei em qual  categoria irei incluir, e 400.00 para minha Ex pagar a fatura de um cartão de crédito, com previsão de receber dia 5.
Vou contabilizá-los também. Mês que vem relato os fatos.

Total:  28.064 (1.25%)
Um crescimento modesto, mas com quase 4K parados e 205.00 em atraso dos empréstimos,  Estou feliz com o Crescimento.

FAMÍLIA: Depois de muito tempo, peguei um resfriado. No restante, tudo normal.

TRABALHO: menor desempenho  do que imaginei.

RELACIONAMENTO:  Fora as 2 de sempre, uma outra conversou comigo recentemente, mas notei que só queria alguém para pagar a conta. Então fingi que não entendi a indireta e não fui a carteira do dia.

LAZER: Comprei um PLAYSTATION 4, como supra citei, mas felizmente ainda não tive tempo de jogar. Oque é ótimo, sinal que o trabalho está fluindo.

E você? Como foi seu Mês?

Abraços e Bons Lucros!

sábado, 11 de agosto de 2018

O Preço do Status


Olá amigos de atitude milionária, tudo bom?

Hoje relatarei um fato que aconteceu recentemente, que me fez pensar no enorme e terrível erro de seguir a manada e viver de Status.

Quem leu o artigo “O ERRO DE 50K parte 2” sabe que, além de financeiro, tive, junto, problemas na área afetiva. Foram muitas porradas ao mesmo tempo. Mas é como dizem: O que não te mata, fortalece.
Pois bem, o sentimento acabou, mas o tesão continuou. Então, quando já não tinha mais interesse afetivo, acabou que nos tornamos amigos de cama. Desde a época do relacionamento, uma coisa que sempre tivemos foi dialogo. Conversávamos sobre tudo.

Pois bem, recentemente ela mandou um contrato para eu dar uma olhada, e pediu minha opinião.
Era o contrato de uma casa, que estava comprando. Tudo OK com o contrato, e para confirmar, enviei para um amigo que está acabando o curso na UFRS. Ele pediu para ela se atentar a 3 detalhes. Encaminhei a conversa a ela.

Ela agradeceu, e disse que não era mais necessário. Que se conformaria com “a vida miserável que DEUS lhe deu” e que ainda teria de ser grata por isso. Atitude incompatível com sua atitude com ar de requinte e por vezes arrogante que demonstra. Disse algumas palavras de conforto, que é tudo que eu podia – e deveria – Fazer.
A noite, ela me chama no WhatsAPP, e me convida para ir em um barzinho onde estava. Como estava preocupado com aquela atitude de mais cedo, fui lá, queria saber oque acontecia. Depois de um pouco de conversa paralela, perguntei oque aconteceu. A mulher caiu em prantos. Tentava chorar discretamente, mas as  lágrimas caiam aos montes. Senti uma tristeza profunda vindo dela.

Depois de fazer as contas, ela viu que não teria dinheiro para pagar a prestação. Ela já tinha visto o apartamento, e até feito planos de onde cada móvel ficaria.

É triste, eu sei. Mas essa realidade criada hoje, poderia ser muito diferente. E para provar meu ponto, temos de voltar no tempo, cerca de uma década.

Ela se mudou de cidade, onde ganhava MUITO bem, e arranjou amigos de grande poder aquisitivo. Gente que ia a locais tops TODOS OS DIAS da semana.
Como estamos falando de 2006, na época, os terrenos eram bem mais em conta aqui na cidade. Antes do BOOM da construção Civil. Com o salário dela, em Dois meses, poderia pagar um terreno. Se vivesse com metade do salário, poderia comprar Um terreno a cada quatro MESES! E durante o BOOM, não faltavam oportunidades de construtores interessados em fazer duas casas geminadas no terreno, te dando uma e ficando com a outra. Ela permaneceu neste trabalho por Cinco anos.

Se houvesse comprado um terreno por ano, hoje teria cinco casas. Poderia morar em uma, e alugar as outras quatro, fazendo, no mínimo, 2K de renda passiva.
 
Como poderia ser a Realidade.
Mas não. Viagens, boates, barzinhos, eventos. Não havia fins de semana. Todo dia era dia. Fui uma verdadeira ERA DE OURO na vida dela.
Mas infelizmente (nesse caso), nada dura para sempre. O dinheiro que mandava para a família (bastante para eles, pouco para ela) não serviu de nada. Como todos que não tem – nem procuram – inteligência Financeira, eles apenas torraram o dinheiro.

 A mamata acabou, ela tive de voltar para essa cidade, começou a receber um salário equivalente, voltou a morar no fundo dos pais (uma kitnet que ela mesmo construiu).

Mas morar com os pais não é tão fácil, e por isso, já há vários anos, tenta sair de casa.


Isso me levou a pensar, E quero compartilhar com vocês, Essa “Moral da história”:

Todos nós, em maior ou menor grau, sempre passamos por temos de Bonança. Porém quase todos não economizam. Eu mesmo, durante uma (a única por enquanto, mas tenho fé que haverá outras, que vou aproveitar melhor) era de ouro, gastei bastante também. Curti. Mas aprendi. Vivi os dois lados: Abastança e falta. Hoje luto para entrar em uma nova ERA DE OURO, onde ao invés de gastar muito, pretendo APORTAR muito.

Meu conselho para os amigos de Blogosfera, principalmente os mais jovens, é que procurem O equilíbrio. Vivam bem, mas economizando. Nada de Ostentar. Isso só vai te afundar. Por que ela tinha de ir a lugares diferentes (e caros) todos os dias? Por que os amigos iam? E onde estão agora? Cuidando de suas vidas. Como eles eram, na maioria, gente de família rica ou muitas posses, o que gastavam não era muito para sua realidade. Mas era muito para a dela.

Ela passou pela bonança, está passando pela queda. Torço eu para que quando o “pasto voltar a ficar verde, ela use melhor o leite”. Por que uma verdade é que todos, sem exceção, em maior ou menor grau, passamos por vacas magras.

Viva bem, mas não desperdice. O seu futuro depende disso.